Centro Universitário IESB lança cinco novos cursos

O Centro Universitário IESB se prepara para lançar cinco novos cursos. A ideia é atender a uma demanda por disciplinas do mercado digital e também da chamada economia criativa. Por isso, agora os alunos terão a opção de ingressar para a graduação em Marketing Digital, Design de Animação e Design de Produto, além de reforçar a presença em novas turmas de Ciências Econômicas e Ciências Sociais.

De acordo com a Pró-reitora da instituição, Regina Tombini, a excelência desses cursos alinhada à necessidade do mercado de trabalho por profissionais capacitados nas áreas digitais e criativas permite que os alunos sejam empregados antes mesmo de completarem a graduação. “Os alunos do IESB são procurados pelas empresas devido à atualização e à versatilidade deles diante dessa nova realidade e de toda essa nova tecnologia. Nossos alunos já aprendem a se relacionar com o mercado desde o início do curso”, explica.

No curso de Marketing Digital, os alunos serão preparados para utilizar ferramentas inovadoras de Marketing. Dessa forma, eles estarão preparados para alavancar a imagem de marcas e instituições utilizando as novas tecnologias de comunicação. Além disso, eles estarão aptos a gerenciar, criar e planejar campanhas virtuais para serem direcionadas a diversas plataformas.

Hoje, o consumo de conteúdo em redes sociais e na internet representam uma enorme oportunidade de se fazer propaganda. Segundo pesquisa da GlobalWebIndex, o Brasil ficou em segundo lugar no ranking de países que gastam mais tempo com redes sociais. Em média, no ano de 2019, o brasileiro fica 225 minutos por dia navegando nestas redes, abaixo apenas das Filipinas, com 241 minuto/dia por pessoa.

No curso de Design de Animação, os alunos poderão mergulhar na extensa estrutura do IESB, que conta com laboratórios de Motion Capture (quando transformam-se gestos de um ator em uma animação, como o dragão Smaug, em O Hobbit II e III, interpretado por Benedict Cumberbatch. Assista ao vídeo), câmeras, ilhas de edição e mais.

O profissional desta área poderá produzir, criar, gerir série de vídeos de animação com os mais diversos fins, sejam eles publicitários, artísticos ou jornalísticos. Como o consumo de vídeo vem aumentando ao longo dos anos, o mercado de animação está em expansão. Pesquisa lançada pelo YouTube (2016) mostrou que, até 2020, a estimativa é que 90% do tráfego on-line mundial será dedicado a vídeos.

Já a carreira de Design de Produto atende à demanda da chamada Economia Criativa - conjunto de negócios baseados no capital intelectual e cultural e na criatividade que gera valor econômico, segundo definição do Sebrae. De acordo com o Mapeamento da Indústria Criativa no Brasil, produzido em 2016 pela Firjan, a área criativa gerou riqueza de R$ 155,6 bilhões, em 2015. O valor correspondeu à 2,64% do Produto Interno Bruto naquele ano.

O curso do IESB vai capacitar o aluno a projetar produtos industriais como móveis, eletrodomésticos, eletroeletrônicos, objetos pessoais e equipamentos de saúde, de segurança e de transporte. Desenhar, representar e expressar projetos de produto bi e tridimensional são capacidades de quem trabalha nessa área.

Pesquisa

Para entender o novo, é preciso olhar o passado. Por isso, o IESB não abre mão de cursos clássicos que precisam ser usados como base para se entender o novo mundo de profissões que chega ao século XXI. Sendo assim, a instituição abre os cursos de Ciências Econômicas e Ciências Sociais. Ambos são importantes para gerar pesquisas e análises que contribuem para entender a nova realidade de mercado e criar políticas públicas para melhorar a qualidade de vida da sociedade. “O cientista social e o economista exercem papel fundamental na criação de pesquisa e de políticas e programas sociais”, avalia a Pró-reitora, Regina Tombini.

Por Profissionais do Texto



Compartilhe: