Palavra do Prof. Michael Adams

Discurso do Prof Michael Adams, ex reitor da Universidade Farleigh Dickson, EUA.

Prof Michael Adams

“I believe we must provide new models of global inspiration and global education. The next generation must become world citizens.

World citizens understand global issues. They are comfortable in diverse environments and comprehend other viewpoints. They pay attention to what is happening in the world. They are able to embrace different identities, connect with those in other countries and collaborate with those from afar

World citizens can see the world through the eyes of others.

World citizens understand they are part of a global community. They can look beyond themselves — beyond the local — and support causes larger than their own neighborhoods.

World citizens break down walls. World citizens build bridges. More world citizens are desperately needed. That must be part of the new responsibility and the role of the Academy.

Higher education must serve as a bridge for human development, a bridge to peace and a bridge for sustainable economic development.

Together, we must honor the past but create the future. Please join me to build bridges toward a peaceful, prosperous future world.”

J. Michael Adams International Associationof University Presidents - June 20, 2011

"Eu acredito que devemos apresentar novos modelos de inspiração e educação global. A próxima geração tem que ser uma geração de cidadãos globais.

Cidadãos globais conhecem questões e problemas globais. Sentem-se bem em ambientes onde há diversidade e aceitam que há diferentes pontos de vista e opiniões. Eles estão atentos ao que acontece no mundo. Estão abertos para acolher indivíduos com identidades diferentes das suas , fazer conexões com outros países e com aqueles que estão distantes.

Cidadãos globais conseguem ver o mundo através dos olhos do outro

Cidadãos globais compreendem que fazem parte de uma comunidade global. Enxergam além deles mesmos e suas fronteiras e apoiam causas que vão muito além do que está aos eu redor.

Cidadãos globais derrubam muros e constroem pontes. O mundo precisa desesperadamente de mais cidadãos globais. Isso deve ser parte do papel e responsabilidades da Academia.

A Educação Superior deve servir como ponte para o desenvolvimento humano, uma ponte para a paz e para um mundo economicamente sustentável.

Juntos, devemos honrar o passado mas, criar o futuro.

Unamo-nos na construção de pontes para um mundo mais próspero e pacífico”