Para ficar na memória: IESB Ensino Médio inicia ano letivo

Um desafio, utilizando a gamificação, marcou o começo das aulas, com foco na autonomia do ensino, na aprendizagem significativa e no desenvolvimento das aptidões individuais 

Trabalho em equipe. Esta foi a ideia da gincana proposta no primeiro dia de aula do IESB Ensino Médio, uma técnica indispensável nos modelos de ensino pedagógico e de aprendizagem mais atuais. Em data histórica, os alunos das quatro turmas do colégio iniciaram suas atividades, dia 31 de janeiro, com muita integração e conhecimento. Utilizada em quase 1 mil escolas em mais de 40 países no mundo, a técnica de "gamificação" possui diversas funcionalidades na aprendizagem por meio da resolução de situações-problema: desperta o interesse, aumenta a participação, desenvolve a criatividade e a autonomia e promove o diálogo. Para participar do game, os alunos foram distribuídos em grupos - separados por cores -, que terão continuidade ao longo do ano para o desenvolvimento de projetos. Os alunos estiveram envolvidos, durante toda a manhã, na competição, planejada em circuito, por etapas e soluções de tarefas. 

A professora Eda Coutinho, reitora do Centro Universitário IESB, foi recebida com aplausos pelos jovens. Em momento voltado a perguntas, a reitora Eda falou sobre a sensação de sonho realizado e o surgimento do IESB, que hoje é avaliado com nota máxima pelo Ministério da Educação (MEC). “Foram necessários esforços e investimentos. Temos um papel nesse mundo que deve ser desempenhado com perfeição para torná-lo um lugar melhor. Quero fazer um trabalho de ensino de excelência para os estudantes”.

A diretora do IESB Ensino Médio, Dila Lira, apresentou todas as orientações para o ano letivos e regras de convivência dentro do colégio, previstas no Manual do Aluno, como o cumprimento de horários, o uso do uniforme e o material didático. Como compromisso firmado, a professora Dila destacou a importância da confiança e do respeito entre colegas, professores, funcionários e diretoria.

Os melhores anos de suas vidas

Para a professora Eda Coutinho, aprender a trabalhar em equipe, ainda no ensino médio, será essencial para a futura vida profissional dos jovens. “Espero que estes sejam os melhores anos da vida de vocês! Quem for líder, tente distribuir a liderança entre os colegas, pois todos têm contribuições importantes a fazer”.

Somente no Campus Oeste, em Ceilândia, o IESB conta com quase 5 mil estudantes no ensino superior. E o IESB Ensino Médio desfrutará de espaços de estudos diferenciados e tecnológicos. “Tenho certeza que a equipe do IESB Ensino Médio, com professores excelentes e apoio pedagógico qualificado, fará diferença na vida de vocês”, concluiu a professora Eda. 

Veja como foi o primeiro dia de aula!

Anny Cassimira


Compartilhe: