Estudante de Ciência da Computação recebe menção honrosa

Através de seu trabalho de Iniciação Científica, estudante do 5º semestre de Ciência da Computação recebe premiação

O estudante do 5º semestre de Ciência da Computação do Centro Universitário IESB, Allan Kleitson, recebeu Menção Honrosa pelo seu trabalho de Iniciação Científica na última sexta-feira, 26 de outubro. Com júri composto por professores de instituições renomadas, o aluno apresentou estudo que teve como título: Simulação de algoritmos de reconfiguração de uma rede de sensores sem fio.

O Projeto foi apresentado por Allan durante o 15º Congresso de Iniciação Científica do Distrito Federal e 24º Congresso de Iniciação Científica da UnB, que aconteceu entre 25 e 27 de setembro, no Centro Comunitário Athos Bulcão, Campus Darcy Ribeiro, na UnB. Realizado anualmente, o Congresso abrange os trabalhos desenvolvidos nos programas das instituições parceiras da organização do evento, produzidos entre agosto do ano anterior e julho do ano em que acontece. Todos os trabalhos foram avaliados durante as apresentações dos candidatos.

Em suma, a pesquisa foi construído utilizando algoritmos genéticos da Inteligência Artificial. Durante sua jornada de construção, o aluno tentou fazer uma melhor distribuição de nós sensores - equipamentos usados para sensoriar determinado lugar, como sensor de calor; em um ambiente, diminuindo a quantidade de equipamentos necessários e garantindo comunicação entre os mesmos.

Testes, falhas e análises de resultados constituem a longa jornada do estudante, que desde junho de 2017 trabalhou neste projeto. Mesmo sozinho, o estudante manteve o foco em cada etapa até encontrar um modelo que se mostrou eficiente. “Fazer o projeto é uma tarefa bem complicada, primeiro pela dependência de uma organização pessoal, de mensurar o projeto à outras atividades e devido à necessidade de aprender muito conteúdo sozinho. Mas depois de finalizado, percebo que todas essas etapas se mostraram importantes para minha evolução pessoal, visto que todos esses aspectos são aplicados no mercado por qualquer profissional”, afirma o futuro cientista.

De acordo com Allan, a evolução profissional e acadêmica do aluno é fundamental para o desenvolvimento dentro do curso, e um prêmio de Menção Honrosa certifica isso. “Receber um prêmio depois de tanto esforço é algo realmente gratificante. Depois de tanto trabalho árduo perceber que seu trabalho foi reconhecido é algo muito bom”, comenta o contemplado.

Para a Professora Letícia Toledo Maia, orientadora do projeto, os nossos estudantes participarem de grupos de pesquisa não é só importante para a área acadêmica, mas também para enfrentar o mercado de trabalho. “O aluno terá envolvimento com pesquisa, conhecimento, compromisso, responsabilidade e visão crítica. Desta forma, eles possuem oportunidade de realizar estudos sobre o desenvolvimento científico e tecnológico”, afirma a Mestre.

Por Ana Maria da Silva



Compartilhe: